Falha no CNIS pode comprometer pedido de seguro-desemprego

Categorias: Notícias

Os empregadores devem ficar atentos  na hora de encerrar os contratos de trabalho. Isso porque uma inconsistência no sistema está gerando uma duplicidade para quem estava vinculado a um CEI (Cadastro Específico do INSS) antes da obrigatoriedade do eSocial. Esta duplicidade está ocorrendo no  CNIS, no aplicativo Meu INSS e na Carteira de Trabalho Digital.

Essa falha pode comprometer na hora do colaborador solicitar o seguro-desemprego. A orientação é que o trabalhador cadastre recurso no próprio aplicativo da Carteira de Trabalho Digital ou através do portal Gov.br esclarecendo que se trata de vínculo em duplicidade e já encerrado.

 

Qual é a falha?

Devido a essa duplicação de dados, a informação do término do contrato de trabalho enviada ao eSocial não está aparecendo no contrato vinculado à matrícula CEI. Como consequência, o contrato de trabalho fica em aberto e pode afetar na hora de concessão de algum benefício previdenciário e  até mesmo no seguro desemprego.

Foi identificado pelo INSS que os contratos declarados no eSocial no CPF e CAEPF (Cadastro das Atividades Econômicas das Pessoas Físicas) do empregador não estão sendo agrupados. O ajuste está sendo providenciado e assim que implementado será exibido somente um único vínculo.

Contudo, até que esta correção seja colocada em prática, a orientação é que o empregador forneça ao trabalhador uma declaração contendo as informações dos dados que se pretende comprovar. Também deve ser entregue o número do recibo dos eventos enviados ao eSocial para que seja anexado ao requerimento do benefício pretendido.

 

 

 

Fonte: Portal Contábeis

 

 

120x120

Comente

O seu endereço de email não será publicado