Como usar o Google Ads a favor da sua empresa contábil

Postado em: Categorias: TecnologiaTagged , , , , , , googleads

O Google Ads é, hoje, um dos principais investimentos em publicidade para alavancar a visibilidade da sua empresa e, com isso, elevar os índices de vendas dos seus produtos ou serviços. Veja como melhorar suas metas utilizando a ferramenta mais acessada na internet.  Confira!

 

 

Sem tempo para ler? Ouça Agora!

 

 

É difícil investir na internet e não ter retorno. Mesmo com presença digital constante e, com as redes sociais seguindo todas as dicas do mercado tecnológico, a conversão em vendas pode não ter o resultado esperado. 

 

Na verdade, não são casos isolados! Um número significativo de empreendedores tem esta sensação de estar no digital investindo em anúncios e ainda continuar no 0 a 0. 

 

É aí que o conflito aparece! 

Será que estar no digital realmente traz vantagens para os negócios?

Por mais que pareça difícil, sim, estar no digital traz inúmeras vantagens.

Investir em anúncios on-line é vantajoso e uma excelente estratégia para alavancar os seus negócios no digital. O segredo é: 

  • Escolher o meio de comunicação certo;
  • Definir os meios de distribuição da sua campanha;
  • Programar o quanto será investido;
  • Acompanhar os resultados;
  • Estruturar os seus planos de acordo com os objetivos do seu negócio.

 

Como utilizar o Google Ads

Quem não aparece, não é lembrado! Realmente, o dito popular tem razão.

Você tem algo a oferecer? Tenho certeza que, em algum lugar, alguém precisa exatamente do que você faz. Contudo, como atrair esse cliente em potencial para que o seu caminho e o dele se encontrem?

 

Para tornar mais simples o entendimento, vamos pensar no que fazemos ao entrar na internet para pesquisar algo que nos interessa. Quando você coloca uma palavra-chave e pede para o Google pesquisar, você já reparou que em seguida surgem várias opções em destaque? Já reparou também que as primeiras posições vêm com a inscrição “anúncio”?

 

Pois bem, esses links nos levam até as informações que queremos encontrar. A plataforma sincroniza e rastreia na web somente o que está alinhado à sua pesquisa.

 

E o que isso significa?

 

Significa que o seu produto ou serviço, uma vez inserido na plataforma de anúncios do Google, terá mais chances de aparecer para sua persona, ou seja, seu cliente ideal.  A ferramenta irá auxiliar a captar seu cliente de maneira qualificada e segmentada. 

 

Por isso, é bem comum que gestores de tráfego pago pontuam que, apesar das redes sociais estarem em alta e também apresentarem bons resultados, os anúncios no Google Ads entregam maiores chances do seu cliente ideal encontrar o que sua empresa oferece.

 

3 benefícios específicos ao utilizar a plataforma:

  • Taxa de conversão maior;
  • Escalabilidade;
  • Resultados pontuais.

 

Um dos mecanismos do Google é, quando o usuário faz uma busca e clica em um dos links, o anunciante que promoveu aquele link paga pelo clique. Este mecanismo é conhecido por CPC (Custo por Clique).

 

Em cada formato de anúncio que a plataforma de busca disponibiliza é possível atrair clientes seja para a sua empresa física local ou para o ambiente digital.

 

A propósito, há outras formas de cobrança do anúncio que podem ser escolhidas, conforme o objetivo da campanha e os detalhes que complementam a ação.

 

Além da opção de custo por clique, temos:

 

CPM (Custo por Impressões) – A cobrança só é realizada com base na entrega do anúncio, ou seja, de acordo com o número de visualizações e entrega.

 

CPA (Custo por Aquisição ou Ação) A cobrança ocorre assim que o usuário efetivar uma inscrição, seja dentro ou não do site da empresa. 

 

CPV (Custo por Visualizações) – Ideal para anúncios em vídeo, sua cobrança é de acordo com as visualizações do anúncio, sem levar em conta a quantidade de cliques.

 

Dentre os detalhes acima, não podemos deixar de citar os formatos dos anúncios no Google:

 

6 modelos de como anunciar no Google Ads:

 

1 – Campanhas de pesquisa: são utilizadas pela facilidade de configuração; 

2 – Campanhas de display: anúncios gráficos em sites;

3 – Campanhas de vídeo: anúncios em vídeo no YouTube;

4 – Campanhas do Shopping: lista de produtos no Google Shopping;

5 –  Campanhas para apps: promover seu aplicativo em vários canais;

6 –  Campanhas inteligentes: automatizam suas campanhas.

 

É importante buscar passar a mensagem de maneira envolvente!

Agora vamos falar um pouco da Gestão de Tráfego

Já ouviu falar dela?

Provavelmente sim, até porque na web os assuntos ligados ao Marketing Digital continuam em alta. 

Como a Gestão de Tráfego Pago pode ajudar na entrega dos seus anúncios na web?

A gestão de tráfego nada mais é que uma estratégia que amplia a visualização dos seus anúncios de maneira segmentada.

O tráfego pago é mais uma opção que encontramos no Marketing Digital para captar clientes qualificados de maneira estratégica com o objetivo de vender e/ou converter um número maior de clientes.

 

Para tornar mais simples, vamos aos exemplos!

Quando estamos navegando pelas páginas da internet, é comum nos depararmos com anúncios, sejam eles nas páginas de buscas, em sites parceiros ou nas redes sociais.

A opção do tráfego pago também ajudará, por meio de um profissional, o gestor de tráfego, a gerenciar seus anúncios e direcionar cada um deles para o melhor canal.

 

—–

Papo de especialista

Para que você se sinta ainda mais confiante com as informações para anunciar o seu produto ou serviço na internet, fomos conversar com quem realmente pode comprovar a eficácia da plataforma. 

 

O publicitário, especialista em Marketing e Estratégias Digitais desde 2016, Fábio Aleixo, conversou conosco e esclareceu algumas dúvidas que aparecem com frequência. Veja a seguir!

 

Netspeed – Por que usar o Google Ads? 

Fábio Aleixo - O Google é o maior buscador do mundo, o segundo maior é o YouTube. Os dois pertencem ao mesmo grupo, isso quer dizer que, se quisermos anunciar nos maiores buscadores, precisamos fazer isso através do Google Ads. 

 

Mas por que é tão importante anunciar em buscadores?
É por meio dos buscadores que as pessoas procuram a solução para os seus problemas. Então, quando pensamos em atender uma demanda, é no Google e no YouTube que devemos estar. 

 

As redes sociais são importantes em um processo de marketing? 

Sim! Entretanto, ninguém entra no Instagram procurando um contador, contudo, milhares de pessoas, todos os dias, entram no Google procurando “contador no Rio de Janeiro”, “contador em São Paulo”, “contador em Minas” etc. 

 

Não aparecer para essas pessoas que pesquisam no Google é deixar esse faturamento para os seus concorrentes! 

 

Todo produto ou serviço que tem demanda tem pessoas buscando no Google. Quem não está no Google deixa espaço para o concorrente e deixa dinheiro na mesa! 

 

N – Quais são as vantagens para os negócios? 

FA - Ao anunciar no Google, você vai aparecer para pessoas que não só estão precisando do seu serviço, ELAS ESTÃO BUSCANDO POR SEU SERVIÇO. Chamamos isso de fundo de funil. Essa é uma venda mais rápida e fácil. 

 

N – O custo é muito alto? 

FA – O custo de anunciar no Google varia muito. Alguns fatores que influenciam são: 


  • Palavras-chaves escolhidas;
    • Região do anúncio;
    • Qualidade dos anúncios;
    • Qualidade da página que será anunciada. 

 

No momento que estou respondendo essa entrevista, o custo para anunciar somente para a palavra “contador” é de R $1,37  a R $5,92 por clique. 

 

No geral, o mínimo de investimento recomendado para anunciar no Google é R $20 por anúncio, o que somam R $600 por mês. 

 

N – Qual seria o melhor caminho para começar a anunciar no Google Ads? 

FA – Primeiro, para anunciar no Google você precisa ter um site, mas não um site comum como conhecemos. 

 

Quando pensamos em Google, precisamos trabalhar com landing pages. Em tradução literal, landing page quer dizer página de pouso. Isso significa que você precisa ter uma página específica para cada anúncio. 


Existem alguns erros comuns quando alguém começa a anunciar no Google, como: 

 

  • Direcionar o potencial cliente para a página errada. 

 

Por exemplo, o cliente busca “contador” e é levado para uma página de declaração de imposto de renda ou para uma lista de serviços. 

 

É preciso entender que você deve levar o cliente para uma página que entregue exatamente o que ele procura. 

 

  • Não contratar um profissional especializado.

 

Na elaboração dos anúncios, você precisa tomar uma decisão: você mesmo vai criar os anúncios ou pretende contratar alguém? 

 

No caso de você mesmo fazer, recomendo estudar um bocado antes. De preferência, fazer um bom curso. 

 

O Google cria diversas ferramentas para tornar mais fácil anunciar, contudo, se você não ficar atento, um pequeno erro pode lhe fazer perder muito dinheiro. 

 

No caso de contratar alguém, busque um profissional experiente e com resultados.

Analisando Resultados

Depois de todas as informações aqui apresentadas, é bom ter em mente que, após cada ação, é importante separar um tempo para analisar os resultados. Observe os anúncios vinculados e quais ações o seu cliente em potencial chegou a tomar após ter contato com a sua mensagem.

Para ser mais exato, na análise de resultados, o Google Analytics ajudará nessa visualização de dados.

Conhecendo o sistema de busca que revolucionou o mundo digital

O Google, hoje um dos maiores buscadores da internet, nasceu com o objetivo de organizar e catalogar os inúmeros endereços dentro da web.

 

A ideia surgiu em setembro de 1997, quando Larry Page e Sergey Brin decidiram estudar as pesquisas que eram realizadas na internet e os mecanismos que eram utilizados. 

 

As pesquisas já existiam, mas o número de assertividade era muito baixo. A intenção de Larry e Brin era meramente acadêmica, mas com o passar do tempo ambos perceberam como a ferramenta poderia melhorar e, ainda, gerar receita.

 

Assim, o projeto que nasceu na Universidade de Stanford teve sua atividade oficializada em 4 de setembro de 1998. A plataforma, anteriormente chamada  Back Rub, passou a ser chamada de Google, em referência a expressão Googol, que significa o número 1 aparecendo após cem vezes o número 0.  

 

Não há dúvidas que a ideia trouxe para o mundo não só a maneira de pesquisar e coletar informações sobre os mais diversos assuntos, mas também alterou o formato de se comunicar com os outros, além de abrir novos espaços para fomentar negócios, sejam eles no digital ou não.

 

 

—–

Por: Vanessa Mandarano

Revisão: Beatriz Baptista

Design: Lucas Loreto

Áudio: Rosangela Diniz

Fontes:

Documentário “O jeito Google de trabalhar”  

Google

Canal do Youtube Fabio Aleixo  

 

Texto: Vanessa Mandarano

Revisão: Beatriz Baptista

Arte: Lucas Loreto

Áudio: Rosangela Diniz

 

 

 

logotipo-netspeed

Comente

O seu endereço de email não será publicado