Burnout: Saiba como conduzir sua equipe e evitar desgastes

Postado em: Categorias: Recursos HumanosTagged , , , , MicrosoftTeams-image (1)

Em janeiro de 2022, a Síndrome de Burnout, também conhecida como Síndrome do Esgotamento Profissional, foi reconhecida pela Organização Mundial da Saúde como uma doença ocupacional, definida como ‘’resultante de um estresse crônico, associado ao local de trabalho, que não foi devidamente administrado’’. Dessa forma, essa síndrome passa a ser tratada de forma distinta. 

 

 

Sem tempo para ler? Ouça Agora!

 

 

A Síndrome de Burnout se trata de um distúrbio emocional, no qual são apresentados sintomas de exaustão intensa, estresse e esgotamento, que normalmente são resultantes de situações de trabalho estressoras e desgastantes, nas quais o profissional está inserido em um contexto profissional que envolva o excesso de trabalho, muita competitividade e grande responsabilidade. 

 

Dessa forma, é importante que os gestores e líderes de cada equipe estejam atentos aos comportamentos apresentados por seus colaboradores, para que, diante de qualquer alteração, sejam adotadas medidas de combate aos sintomas apresentados, visando evitar o desenvolvimento da doença. 

 

Os sintomas apresentados podem incluir: dificuldade para concentrar-se; exaustão intensa, física e mental; desânimo; alteração de humor; sentimentos de derrota e desesperança; dentre outros. Quanto aos sintomas, na maioria das pessoas eles se apresentam de forma leve e se intensificam com o passar do tempo. Inicialmente, a doença pode ser considerada pelo indivíduo como um cansaço e/ou mal-estar passageiro. Por este motivo, é importante a observação atenta dos líderes junto à equipe. 

 

A adoção de medidas preventivas pode auxiliar na prevenção da doença e no melhor funcionamento da empresa, de uma forma geral. Portanto, é imprescindível a elaboração de estratégias que visem a diminuição do estresse e da pressão, no contexto profissional. 

 

 

Listamos algumas dicas para prevenção da Síndrome de Burnout:

 

  • Definição de pequenos objetivos profissionais e pessoais

 

É importante que o colaborador possua objetivos, tanto profissionais quanto pessoais; porém, os mesmos devem ser gerenciados da maneira correta, para que não ocorra uma sobrecarga e uma autocobrança exagerada. Portanto, defina objetivos que sejam possíveis de serem realizados.  

 

  • Reorganização 

 

Para a realização do desempenho profissional de maneira assertiva, a organização é imprescindível, podendo ser uma reorganização das tarefas profissionais e pessoais, que auxiliarão no bom desempenho em ambas as áreas, evitando a sobrecarga. 

 

  • Converse com alguém que seja de sua confiança sobre o que está sentindo

 

A comunicação é de extrema importância na vida dos seres humanos, e isso não é diferente no ambiente de trabalho. Dessa forma, é necessário que o colaborador consiga se expressar e comunique alguém sobre o que está acontecendo, para que a situação estressora, de cansaço, de desgaste, no contexto profissional, possa ser resolvida, não acarretando danos pessoais e profissionais. 

 

  • Evite Cobranças Excessivas 

 

A cobrança excessiva de si mesmo é um dos motivos que levam à Síndrome de Burnout, quando ocorre uma busca pela perfeição, que não existe. É importante nos reconhecermos como seres humanos, entendendo que podemos cometer erros e aprender com eles, que fazem parte do desenvolvimento e do crescimento pessoal e profissional. 

 

  • Prática de Exercícios 

 

A prática de exercícios físicos contribui para a saúde física e mental. Durante a prática da atividade física, o corpo produz endorfina e serotonina, que são neurotransmissores responsáveis por proporcionar a sensação de bem-estar e prazer, além de auxiliarem na liberação das tensões musculares, se tornando aliados na prevenção ao Burnout. 

 

Dessa forma, é importante que o colaborador mantenha o equilíbrio nas distintas áreas de sua vida, para que a sua saúde mental não seja comprometida devido ao excesso de trabalho. Cabe aos gestores e líderes manterem-se sempre atentos às tarefas delegadas aos colaboradores, assim como aos comportamentos apresentados em sua rotina de trabalho, visando a promoção da qualidade de vida do colaborador e, consequentemente, o resultado apresentado em sua produção. 

 

Texto: Rosângela Campos
Revisão: Leandro Pessoa
Design: Lucas Loreto

logotipo-netspeed

 

Comente

O seu endereço de email não será publicado