Networking: Conexões Profissionais

Postado em: Categorias: Empreendedorismo networking

Usar o mundo digital para aproximar as pessoas não é nenhuma novidade. As redes sociais estão inseridas na sociedade e cada uma delas é direcionada para uma intenção específica. Porém, independentemente do objetivo principal, todos estão interligados. 

No artigo de hoje falaremos sobre a importância de um bom Networking para a vida profissional. Acompanhe!

 

 

De maneira simples, networking é a habilidade de gerenciar o seu grupo de contatos, em sua rede. É a capacidade de trocar experiências e serviços, aprender e empreender. A ideia não é inovadora, contudo, o número de pessoas que utilizam o recurso de inclusão no mercado, através das redes, está cada vez mais em evidência, fato que é comprovado pelo grande número de adesão. Como resultado, a conquista das redes sociais, direcionadas a negócios, ocupam posições de destaque. Portanto, tais conexões promovem a organização das relações profissionais com êxito.

 

Para exemplificar como é possível elaborar um Network de sucesso, o artigo de hoje traz planos de ação para executar e sanar possíveis dúvidas.

 

Como, por exemplo, você sabe a diferença de network para networking?

 

Network: É a rede de contatos que você constrói.

Networking: São ações que cultivam essa rede de contatos.

 

Será que todos nós sabemos aproveitar as oportunidades que a tecnologia nos apresenta?

O mundo, atualmente, vive um período de atenção diante do perigo invisível – a Covid-19. As relações profissionais já foram alteradas e tudo leva a crer que muitas transformações ocorridas neste período de confinamento permaneçam e construam um novo parâmetro para as relações profissionais.

 

Em nenhum momento foi tão necessária a troca de conhecimento, as interligações multidisciplinares e a solidez de uma boa lista de contatos. Seja qual for o seu negócio, é importante manter relações que somem valores e possam ajudar a manter o bom relacionamento com sua marca. Os resultados favoráveis em vendas de produtos e serviços podem vir a ser garantidos, mesmo em tempo de crise. 

 

Conforme observa a psicóloga Tatiana Sabina, com MBA Executivo em Gestão de Pessoas e Coaching Empreendedor, as boas oportunidades podem ocorrer principalmente durante este período de isolamento social. “Grande parte das pessoas está conectada oferecendo uma possibilidade enorme de network. Afinal, a tecnologia nos permite estar em vários lugares ao mesmo tempo, e com muitas pessoas. Mas é preciso atenção, pois uma pessoa pode perder muito tempo com assuntos aleatórios ou permitir-se buscar conteúdo para crescimento profissional e pessoal. É uma escolha”, enfatizou. 

 

Aproveite suas conexões profissionais para impulsionar sua carreira

O primeiro passo é elaborar uma lista de verificações. Isso mesmo! Um checklist para ajudar a definir suas conexões profissionais de acordo com o que busca no mercado de trabalho. É indispensável recordar que ninguém faz nada sozinho, portanto, a conectividade em rede é uma ferramenta a mais para auxiliar o outro, e vice-versa.

 

“Hoje existem redes sociais específicas para cada público e as específicas de conexão profissional, onde é possível disponibilizar um currículo virtual completo, contendo todas as qualificações e formações importantes. Afinal, a rede torna-se uma vitrine, possibilidade de alguém ser visto por milhares de empresas, fortalecendo o network com muitas pessoas ali conectadas”, orienta a Coaching.

 

Assim como Sabina, há a visão de Alexandre Caldini, administrador de empresa, ex-presidente da Editora Abril, formado pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, com cursos de Educação Executiva em Harvard e no M.I.T., nos Estados Unidos, Cambridge e London Business School, na Inglaterra; Insead na França e autor do livro “NETWORKING VERSUS NOTWORKING: Seja interessante e não interesseiro. Eleve sua carreira, seus negócios e sua vida a um novo patamar, onde ele descreve, através de suas vivências e relações profissionais, dentre tantos detalhes, como conseguir ser destaque de uma forma que garanta melhores oportunidades na carreira e nos negócios.

 

Além do livro, há materiais gratuitos na rede, como palestras em que o autor versa sobre o assunto, que é esmiuçado de maneira simples, descontraída e direta. Aqui estão alguns tópicos relevantes e que nos levam a repensar sobre nossas redes sociais e como fazer “up grade” nessas conexões.

 

Tenha sua Marca Pessoal

Para construir sua rede profissional, tenha uma atenção especial ao que os especialistas, aqui citados, destacam em suas palestras: a Marca Pessoal. 

 

De acordo com Tatiana, construir uma marca pessoal exige primeiramente uma investigação. A pessoa deve experimentar ferramentas que investiguem qual é a sua missão, valores e propósitos de vida. Essas questões são importantíssimas para iniciar esta construção de maneira fiel e assertiva. 

 

Sendo assim, tenha clareza quanto às suas qualidades e características, respeite a sua natureza e concentre-se em:

  • Ser você;
  • Ter percepção do que você quer comunicar e quais os melhores caminhos que utilizará para tal objetivo.

 

E, claro, lembre-se de um dito popular muito expressivo para manter seu Networking, e que todos nós conhecemos: “Quem não é visto, não é lembrado”. Contudo, é preciso ter cautela ao colocar em prática seu plano de ação. De mais a mais, a imagem que você propagar é a que ficará conhecida. 

 

Rede Social X Networking

Em uma época em que nos deparamos com uma nova abordagem, cada vez mais crescente, de “Digital Influencers”, que são um grande exemplo para os que de maneira “comum” buscam solidificar as suas conexões, o modelo é dado pelo simples fato de que só se estabelece vínculos se temos influência sobre a vida do outro e se existe troca entre essas relações. A quantidade não determina a qualidade e tão pouco encontrará semelhanças.

 

Segundo Sabina, escolher as redes específicas de conexões profissionais é a primeira coisa a ser feita. Logo após, cuidados com a criação de um material de divulgação pessoal, sempre tomando as devidas precauções para restringir as informações, apenas com conteúdos profissionais, viagens de trabalho, cursos realizados, entre outros. O ponto primordial está na escolha da rede que você deseja se conectar. Temos um universo de possibilidades. Mas, para que isso aconteça de forma efetiva, a pessoa deve pesquisar com qual rede se identifica ou qual público deseja atingir.

 

Cuide da sua imagem

Como evidenciado anteriormente, as postagens que fazemos em redes sociais, sem direcionamento profissional, também nos pedem ponderação, por diferentes motivos. Em uma rede profissional, cujo maior objetivo é alicerçar bons contatos para que de fato nasça sua rede de negócios, o cuidado deve ser ainda maior!

 

É preciso ter atenção e postar somente conteúdos que não coloquem em risco sua reputação e lhe tragam uma visibilidade positiva.

 

Com sua experiência, também como coaching, Tatiana afirma que uma imagem que vai de encontro com sua personalidade e realidade, gera credibilidade, seja ela para conseguir um emprego ou até mesmo conquistar clientes. Muito se fala que na internet tudo é lindo ou perfeito. Pode até ser! Mas quem prega a verdade, ou se revela como realmente é, gera empatia e possibilidade de relações mais sustentáveis.

 

Agora, com todas as informações que você acompanhou até aqui, tome nota de como tornar reais e efetivas suas conexões profissionais.

 

Como fazer Network e manter um bom relacionamento com suas conexões profissionais?

 

Não limite sua rede de contatos. Busque diversos tipos de perfis profissionais. É importante se informar! Não restrinja sua rede em um único público. Comunique-se com pessoas de diversas áreas e mantenha contato sempre, ou seja, não espere precisar, para só assim procurar. Atente-se aos detalhes, como:

 

  • Tratar o outro de maneira igual. Atente-se ao nome de quem você está tentando ou estabelecendo contato;
  • Mostre real interesse pelo outro, estabeleça de fato uma conexão e identifique se há pontos em comum;
  • Seja notado pelo que você faz de melhor; sem arrogância, claro;
  • Ser educado (a) e gentil não custa e só abre portas. Lembre-se: “Gentileza gera gentileza”. Portanto, ajude sempre que possível, sem esperar algo em troca.

 

Por último e não menos importante: 

 

  • Valores, como honestidade e ética, são indispensáveis em qualquer relação humana.

Portanto, evite atitudes negativas. Afinal, é natural não querer permanecer conectado a pessoas que possuem atitudes nada apropriadas, em qualquer situação. 

 

Deste modo, evite ambientes carregados do tal “disse me disse”, seja do colega de trabalho, do concorrente, da empresa e/ou do chefe. Envolver-se com tal comportamento só irá destruir uma imagem que levou tempo para se firmar e ser reconhecida. 

 

É imprescindível que, independentemente de relações profissionais, tenhamos em mente que o mais importante são nossas relações humanas e como damos a devida atenção a cada uma delas.

 

 

 

Deixe seu comentário.

Para ter acesso a conteúdo de qualidade e a novidades em primeira mão, curta nossa página e fique ligado no nosso Facebook.

logotipo-netspeed

 

 

Comente

O seu endereço de email não será publicado