Indicador de incerteza da economia volta a recuar em dezembro, aponta FGV

Categorias: Notícias

O Indicador de Incerteza da Economia (IIE-Br), da Fundação Getulio Vargas (FGV), recuou 3,5 pontos em dezembro, para 142,3 pontos.

Apesar da aqueda, o índice segue 27,2 pontos acima do nível de fevereiro, último mês antes do início da pandemia de covid-19 no Brasil, e 5,5 pontos acima do nível máximo anterior a esse período, alcançado em setembro de 2015.

Segundo a economista do Instituto Brasileiro de Economia (Ibre/FGV), Anna Carolina Gouveia, a queda foi influenciada pelo início da vacinação em vários países e pelo aumento das expectativas, ainda que modestas, da possibilidade de uma recuperação econômica e social nos próximos meses.

“Apesar do resultado, o IIE-Br termina o ano de 2020 em patamar superior a 140 pontos, nível ainda bastante desfavorável, que reflete as incertezas em torno da piora sanitária no Brasil e o conturbado cenário da vacinação no país, até então”, afirma.

“No curto prazo, não há sinalização de que o nível de incerteza retorne a patamares mais satisfatórios, devido aos enormes desafios que o Brasil ainda precisará enfrentar nos mais variados temas”, diz a pesquisadora.

Fonte: Agência Globo G1

rodape

Comente

O seu endereço de email não será publicado