Como encontrar e manter o equilíbrio entre empresas e áreas

Categorias: Notícias

“Mente sã em corpo são” – do latim Mens sana in corpore sano oriunda da coleção de sátiras do poeta romano Juvenal (55- 127 d.C), surgiu para expressar o equilíbrio entre corpo e mente e pode ser considerada a melhor analogia para manter o equilíbrio entre as compras corporativas e as diferentes áreas da empresa.

 

 

Trazendo a célebre frase para o mundo empresarial, não há como existir uma empresa saudável se alguma de suas áreas não apresenta um desempenho satisfatório. Isso porque os tão esperados crescimento e lucratividade são impactados na exata proporção do desequilíbrio entre mente, empresa, corpo e áreas.

 

 

Vejo com frequência empresas de portes diversos operando com uma estrutura de compras essencialmente operacional. Onde as áreas de compras são focadas em tirar da frente as requisições, em gerar regularizações de compra, fazer pequenas negociações ou ter uma ou duas métricas para satisfazer as chefias.

 

 

É preciso entender que comprar não é simplesmente fechar um processo no tempo e com um melhor custo/benefício, mas sim entender as metas e necessidades de sua empresa para trazer a melhor solução na aquisição de bens e serviços. É trabalhar de forma estratégica, é representar sua empresa perante o mercado fornecedor, é formar parcerias e alianças com os melhores, é questionar tudo e todos, é atender seus clientes internos para obter nada mais, nada menos do que o melhor para a empresa dentro de suas possibilidades.

 

 

Como o setor de compras da sua organização opera? Para ter uma área de compras funcionando a pleno vapor, proponho uma breve reflexão para você descobrir o que falta/pode melhorar. Vamos tentar responder juntos?

· Reflita quanto, como membro da área de compras, você participa da elaboração das metas de crescimento da empresa: Você senta na mesa onde esta discussão acontece ou recebe uma meta anual?

 

 

· Sua equipe conhece a empresa e suas necessidades a fundo para buscar a melhor solução na aquisição de bens e produtos? Você conhece seu cliente interno, a área de recebimento e estoque, as diretrizes e processos da área financeira?

 

 

· O departamento terceiriza o que não é essencial? Procura formas de automatizar o operacional? Sua equipe é focada em buscar parceiros e alianças com fornecedores que agreguem valor ao processo produtivo da empresa? Existe um processo de homologação de fornecedores?

 

 

· A equipe agrega valor à empresa questionando solicitantes e fornecedores, buscando na simplicidade dos fatos identificar as oportunidades? Busca inovação?

 

 

· Sabe ser servil? Por favor, não confunda ser servil com submissão, pois não existe empresa sã com áreas submissas. Ser servil, nesse caso, significa entender as necessidades, as limitações, as exceções, as urgências e procurar atender para somar. Somos assim?

 

 

Após essa reflexão, talvez seja a hora de mudar, de contribuir para o crescimento de sua empresa, de ter uma área que faça a diferença, que seja respeitada pelos resultados e não pelo subdesempenho satisfatório.

 

 

Mudar requer coragem e atitude, não existe mudança sem entendimento. Por isso, recomendo que você entenda a fundo a real situação de sua área, seus problemas e dificuldades, e busque solução para os pontos fracos e reforce os pontos fortes.

 

 

Conheça as empresas do seu segmento, faça comparações, se atualize com as melhores soluções tecnológicas disponíveis e os processos mais indicados para sua equipe.

 

 

Além de foco, procure sempre o melhor para que sua área de compras possa contribuir para o real crescimento de sua empresa e para que o lema “mens sana in corpore sano” faça parte da cultura da sua organização.

 

 

Fonte: Administradores

 

 

120x120

Comente

O seu endereço de email não será publicado