O que é Balanced Scorecard (BSC)?

Postado em: Categorias: Contabilidade, Empreendedorismo, Financeiro, Gestão, Tecnologia entrepreneur-1340649_1920--

Saiba mais sobre os chamados indicadores balanceados de desempenho.


Com as constantes mudanças com as quais os negócios lidam, a gestão tem se mostrado cada vez mais como fator relevante não só de grandes empresas como também de pequenos empreendimentos na tarefa se manter no mercado, evoluir e, sobretudo, cumprir sua missão.

Nesse contexto, várias são as ferramentas que auxiliam na gestão empresarial, dentre as quais se destaca o Balanced Scorecard (BSC), considerado uma das práticas de gestão mais significativas e transformadoras das últimas décadas pela revista Harvard Business Review (HBR).

Confira, a partir disso, o que é Balanced Scorecard (BSC), quais suas principais funções além de suas perspectivas.

O que é Balanced Scorecard (BSC)?

Criado na década de 1990, por Robert Kaplan e David Norton, professores da Harvard Business School, o Balanced Scorecard (BSC) corresponde a uma moderna ferramenta de mensuração e gestão de desempenho que permite integrar a gestão de curto, médio e longo prazo da empresa, traduzindo missão, visão e estratégia em indicadores e metas em diferentes perspectivas, atribuíveis a cada pessoa, de maneira integrada.

Quais as principais funções do Balanced Scorecard (BSC)?

  • Evidenciar e atualizar a estratégia da empresa;
  • Propagar a estratégia de toda a organização;
  • Ajustar as metas das áreas e dos indivíduos com a estratégia;
  • Ligar os objetivos estratégicos às metas;
  • Reconhecer e alinhar as iniciativas em âmbito estratégico.
  • Promover avaliações de desempenho regulares.

Quais as perspectivas do Balanced Scorecard (BSC)?

Perspectiva financeira: tais indicadores visam a acompanhar, de maneira objetiva, como as ações colaboram para o resultado da empresa. Procura relacionar os objetivos de longo prazo com metas e indicadores de curto e médio prazo.

Perspectiva do cliente: a empresa tem o dever de expressar em indicadores aquilo que é importante aos clientes, agregando valor.

Perspectiva dos processos internos: deve traduzir os processos organizacionais que geram efeito na satisfação do cliente e nos resultados da empresa.

Perspectiva da aprendizagem e crescimento: conecta-se com os indicadores de melhorias contínuas vinculados à capacitação de pessoal, sistemas de informação, motivação, etc.

 

Netspeed Mais – Você com mais conteúdo

E aí ficou com alguma dúvida? Deixe seu comentário.

Se quiser saber mais sobre ferramentas de gestão, clique aqui para baixar a 12ª edição da Netspeed Revista, na qual separamos outras 10 ferramentas que toda empresa pode aplicar.

Para ter acesso a conteúdo de qualidade e a novidades em primeira mão, curta nossa página e fique ligado no nosso Facebook.

logotipo-netspeed

Comente

O seu endereço de email não será publicado