Qual a diferença entre clima e cultura organizacional?

Postado em: Categorias: Educação, Empresarial, Gestão, Liderança, Marketing, Tecnologia team-3373638_1920edit

Confira, também, o que é considerada cultura forte e fraca.

 

Assim como projeto e processo, abordados em post recente (clique aqui para conferi-lo), clima e cultura organizacional são duas das expressões relacionadas ao dia a dia empresarial que, apesar de serem tratadas, muitas vezes, como sinônimas, possuem importantes diferenças do ponto de vista conceitual.

A partir disso, acompanhe a seguir o que diferencia cultura de clima organizacional, os detalhes sobre os termos, além do que caracteriza uma cultura forte e uma cultura fraca.

Cultura organizacional

A cultura pode ser definida como um conjunto de valores, normas, rituais e crenças adotados por uma empresa. Ela está relacionada, inclusive, à maneira de resolver os conflitos e as situações no meio empresarial.

A cultura é algo presente em todas as empresas e tem impacto não só na sua performance no mercado como também em seu funcionamento, abrangendo os símbolos, valores e práticas que existem e foram aperfeiçoados desde seu início.

Ela ainda condiciona o comportamento dos profissionais dentro da empresa e retrata os valores e significados que são vividos por seus membros.

Clima organizacional

Já o clima, por sua vez, é a percepção que os colaboradores têm do ambiente de trabalho, podendo-se dizer que se trata de um conjunto de percepções, sentimentos e pontos de vista que se traduzem na conduta de uma empresa ou de um grupo, em um certo instante ou ocasião.

Dessa forma, o clima é um fator relevante, na medida em que impacta o desempenho das pessoas e das empresas.

Dentre os elementos presentes no ambiente empresarial que têm efeito no clima, estão a comunicação, a integração entre os setores, o tipo de liderança, o padrão de gestão, a política de recursos humanos, os relacionamentos, etc.

Cultura forte e cultura fraca

Embora a cultura organizacional se manifeste em todas as empresas, quando os valores desta cultura não são realmente adotados e compartilhados por todos os seus colaboradores, a cultura é fraca.

Assim, quanto mais os membros de uma organização acolhem e partilham os valores estabelecidos em sua cultura, mais forte sua cultura se torna.

Mas para que isso tem utilidade? Um empreendimento com uma cultura forte tem a capacidade de manter seus profissionais com mais tranquilidade, tendo em vista que eles se identificam com os mesmos valores.

Além disso, uma cultura forte diminui a necessidade de uma supervisão mais rígida e de normas e regulamentos para evitar determinados comportamentos, de modo que passa a haver maior sintonia entre os membros da empresa.

 

Netspeed Mais – Você com mais conteúdo

E aí ficou com alguma dúvida? Deixe seu comentário.

Aproveite e clique aqui para baixar a 10ª edição da Netspeed Revista, na qual trazemos conteúdos a respeito da Lei Geral da Proteção de Dados (LGPD), das férias coletivas, da renda variável e muitos mais.

Para ter acesso a conteúdo de qualidade e a novidades em primeira mão, curta nossa página e fique ligado no nosso Facebook.

logotipo-netspeed

Comente

O seu endereço de email não será publicado